sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Cuando estes aca (La Renga)

Quando estiveres cá vais ter espaço
E uma frágil forma de existir
Vendo-te nascer, quem pode ver
Um mundo para destruir?
Olhos que não vêem, corações que não sentem
E tu estás por chegar
A cada instante haverá uma flor
E em cada flor haverá um instante
Em que a vida se mostre
Diante destes olhos néscios
Quando estiveres cá, vais ter o teu tempo
O mesmo que não tem fim
Num mundo assim, onde está o teu lugar
Quem pode a água envenenar?
Olhos que não vêem, corações que não sentem
E tu estás por chegar
A cada instante haverá uma flor
E em cada flor haverá um instante
Em que a vida se mostre
Diante destes olhos néscios
Quando estiveres cá terás espaço, tempo
E algo por que lutar
Ver-te crescer e tornar-te forte
Que mais há por que viver?
Olhos que não vêem, corações que não sentem
E tu estás por chegar
A cada instante haverá uma flor
E em cada flor haverá um instante
Em que a vida se mostre
Diante destes olhos néscios

Petrogul Al-Saphyria

Sem comentários:

Enviar um comentário