sábado, 2 de janeiro de 2016

Os Homens Quebrados (XVIII)

Os Homens Quebrados evitam fazer certas perguntas cuja resposta sabem que os pode desiludir. Preferem viver na imatura sombra da incerteza, na vaga ignorância colorida de esperança. O Desconhecido revelado pode sempre surgir como uma agradável surpresa no quotidiano despedaçado dos Homens Quebrados.
O melhor amigo dos Homens Quebrados é sempre o Alheio. Uma vez que um Homem Quebrado acha que nunca se conseguiu relacionar com ninguém, todas as pessoas com que possivelmente comunicará nas suas sórdidas deambulações pode ser o Enviado Divino e ele sonha vê-lo chegar acompanhado de hostes de anjos celestiais.

Sem comentários:

Enviar um comentário