domingo, 3 de janeiro de 2016

Os Homens Quebrados (XXIV)

Porque o meu coração imenso encontra o amor da sua vida
Todos os dias da Vida
Porque o meu turbilhão intenso desfaz a paz e cria o conflito
Nos conflitos dos dia a dia
Porque as estradas estão fechadas e insisto em percorrê-las
Sozinho debaixo das estrelas

Sou um Homem Quebrado
Paro antes de me ter alcançado

Sem comentários:

Enviar um comentário