sábado, 20 de fevereiro de 2016

Gosto (53)

Quando estou em lugares onde há muitos jovens, como festivais de música ou esses hostéis baratos onde os jovens costumam ficar quando andam a viajar porque precisam de poupar dinheiro para o álcool e para as drogas, gosto de buscar os sons de sexo, escutando de porta em porta, ou de tenda em tenda. No último festival de música a que fui andei todo o último dia, sozinho, depois da música ter acabado, ziguezagueando entre as tendas para encontrar casais fazendo amor por trás do fino tecido das tendas e tirei muito gozo dos momentos em que "me meti" com eles, ora abanando a tenda como se estivesse a haver um tremor de terra maior que aquele que eles provocavam com os seus movimentos de entra e sai, ora gritando lá para dentro curtas frases engraçadas como "dá-lhe forte nessa porca, amigo" ou "então, esse gajo vale alguma coisa?". Sempre que fazia isto abandonava os locais tranquilamente, porque sabia que não havia a mínima possibilidade de eles saírem para me confrontarem com a minha atitude maquiavélica, porque, entre outras razões anatómicas, teriam vergonha de estar a fazer sexo. Lembro-me de ficar sempre com um sorriso na cara quando o imaginava a sair da tenda de espada em riste para me atacar.

Sem comentários:

Enviar um comentário