terça-feira, 8 de março de 2016

Não Gosto (41)

Não gosto de pessoas que se baixam para apanhar qualquer coisa e permitem que, com esse gesto, se veja o seu rego do rabo. Isto também pode acontecer com pessoas que estão sentadas em cadeiras sem parte de trás na zona da anca e as suas calças escorregam demasiado pelas pernas. Não apenas por ser um ostensivo acto de mal-criação e provocação, mas também por ser altamente inestético. Mesmo que se trate de uma atraente jovem, ver o rego do seu rabo, talvez peludo, não me excita de sobremaneira. Quando vivia em New York e frequentava um curso nocturno de poesia persa, uma das minhas colegas, Carla, sentava-se na mesa em frente da minha com o rego do seu rabo à mostra. Isto fez com que eu lhe ganhasse uma profunda animosidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário