segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Não Gosto (XVIII)

Odeio guarda-chuvas, acho-os até uma das piores invenções da humanidade. É quase impossível caminhar debaixo de uma tempestade a sério sem que nos molhemos todos, mesmo que tenhamos um grande guarda-chuva. O vento conduzirá toneladas de água para as calças, de qualquer das formas, por isso prefiro andar livre, sem pesos parvos nos braços, sob a chuva imensa. Detesto também aquelas pessoas que têm o guarda-chuva aberto e não está a chover. Acho de um conformismo absurdo, uma aberração tonta e uma atitude inestética de pessoas que não estão preocupadas com a transmissão de sentimento umas para as outras (não é muito mais bonito que um guarda-chuva aberrante aberto, uma bela cabeleira despenteada?).

1 comentário:

  1. até de guarda-chuvas tens odio? credo, que revoltado, deves ter medo de agua, higiene não deve ser o teu forte....

    ResponderEliminar